quarta-feira, 20 de novembro de 2013

FAGULHAS POÉTICAS II

RUÍNA

Despejada
do teu coração.
Sem teto, sem pele.


ESPELHO

Refletes duras rugas.
O olhar, jovial.
Contradições!


DESOLAÇÃO

Goteira no teto,
cama vazia,
buraco no coração.


INSANO

Amar sem ter você.
Visões!
Loucura ousar.




Nenhum comentário:

Postar um comentário